Categorias

Milhares de pessoas foram atendidas pelo Fundo Social de Solidariedade neste primeiro semestre

Desde o início do ano, mais de 6 mil cidadãos foram atendidos pelo Fundo Social de Solidariedade de Rio Claro. Entre todas as ações realizadas, destaque para as áreas de qualificação profissional, ações assistenciais e doação de equipamentos médicos.

O Centro de Qualificação, capacitou mais de 400 pessoas desde o início do ano, proporcionando a recolocação no mercado do trabalho e o fomento ao empreendedorismo. São oferecidos cursos nas áreas de gastronomia, beleza, costura e bordados em geral. “A capacitação é a melhor maneira de proporcionar à comunidade oportunidades de emprego e renda”, destaca Paula Silveira Costa, presidente do Fundo Social de Solidariedade.

Segundo o diretor do Fundo Social, Wellington Oliveira, os eventos realizados têm o dinheiro revertido para a compra de produtos relacionados à saúde. “Todos os meses, parte do dinheiro arrecadado nos eventos é investido na compra de fraldas geriátricas, assim como outros itens de higiene e cuidado pessoal, que são entregues a entidades da cidade de Rio Claro”. Elenca também, a assistência dada para famílias que possuem membros enfermos. “O maior repasse dos recursos são para pessoas que necessitam de equipamentos médicos, ou seja, camas hospitalares, cadeiras de rodas, muletas e o que for necessário para dar um pouco mais de conforto para quem não tem condições financeiras”, diz.

Publicidade

A Sra. Rosa Maria de Jesus, de 89 anos, foi beneficiada com uma cama hospitalar. Sua filha, Maria Helena, nos contou que sua mãe perdeu muitos movimentos após um procedimento cirúrgico e que a renda da família não permitia a aquisição de todos os equipamentos médicos. “Minha mãe passou a precisar da minha ajuda para tudo. Eu sofro com três hérnias de disco e, depois de um tempo, ficou muito difícil dar os cuidados necessários em uma cama comum”. Disse ainda, que o processo foi muito rápido. “Em menos de 15 dias foi entregue a cama. Fiquei espantada com a prontidão que fomos atendidos”, explica.

A Campanha do Agasalho, iniciada no final de junho, já atendeu mais de 1500 pessoas. Diariamente, cerca de 90 pessoas procuram o Barracão da Solidariedade para receber roupas, cobertores e calçados. Para atender esse público mais carente, a prefeitura conta com a solidariedade da população, que por meio de doações, já doou mais de 7.000 peças para serem destinadas ao atendimento aos mais carentes. “Se contarmos que cada pessoa retira as doações para si e também para outros membros da família, o número de pessoas atendidas é muito maior”, observa Paula. Para atender a demanda, o Fundo Social adquiriu 3.500 cobertores, que foram encaminhados para distribuição.

A arrecadação de alimentos também foi exponencial nesses primeiros seis meses. Mais de 10 toneladas foram arrecadadas, que segundo o Fundo, um record que não se batia há anos.

O Fundo Social de Solidariedade atende de segunda à sexta das 9 às 11 horas e das 14 às 16 horas. A secretaria funciona no Passo Municipal, Rua 3 n° 945 – Centro.


Comentários: