Categorias

Governo paulista recebe reivindicações por nova sede da PM e reforço para Polícia Civil


“O respeito com a classe policial impõe responsabilidades aos gestores públicos que vão desde a remuneração compatível com os riscos da profissão, equipamentos necessários e local adequado de trabalho”. Com essa fala, o vereador Seron do Proerd (DEM) marcou presença na reunião em São Paulo, na última quarta-feira, 12/6, entre comitiva local e o secretário estadual da Segurança Pública General Camilo Pires de Campos.

Na pauta, a busca de apoio do governo paulista para a construção da nova sede do 37º BPM/I no Jardim Claret em área próxima à Praça Dalva de Oliveira e a necessidade de reforçar a Polícia Civil. O prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, o tenente-coronel Luís Roberto Moreira Filho, comandante do 37º Batalhão da Polícia Militar do Interior (BPM/I) e coronel Érico Hammerschmidt Júnior, responsável pelo Comando de Policiamento do Interior (CPI-9) e demais parlamentares também estiveram no encontro em que projeto foi apresentado ao secretário Campos.

Publicidade

“Estamos diante de dois assuntos que precisam ser resolvidos a curto prazo em prol da segurança pública de Rio Claro e região”, pontuou o Cabo Seron ao lembrar que o Batalhão da PM e a Seccional de Polícia, sediados em Rio Claro, são responsáveis pela segurança em outros municípios próximos.

Com relação à nova sede do Batalhão da PM, o parlamentar observou que a atual sede, localizada às margens da Rodovia Washington Luiz, dificulta a acessibilidade da população bem como dos policiais. “A área que vai ser disponibilizada pela Prefeitura através da votação que faremos na Câmara Municipal tem localização privilegiada e vai possibilitar maior integração das ações desenvolvidas pela PM”, sinalizou Seron.

A preocupação quanto ao número reduzido de policiais civis, principalmente no que diz respeito aos delegados, também foi externada ao secretário Campos. De acordo com o vereador, seja aposentadoria ou transferência, a defasagem no quadro aumentou consideravelmente nos últimos anos situação que prejudica a realização dos trabalhos. “Sabemos que este não é um problema apenas de Rio Claro, mas, estamos aqui para trazer a nossa realidade que muito nos preocupa”, afirmou o vereador.

O secretário estadual de Segurança parabenizou a comitiva local pela iniciativa. Segundo ele, somente com as informações em mãos é que a pasta tem condições de listar prioridades e buscar mecanismos para que as demandas possam ser atendidas.

“Com relação ao pedido de construção da nova sede para o 37º Batalhão, pelo apresentado aqui, posso adiantar que a necessidade procede”, disse Campos ao concordar que a sede local encontra-se em local inapropriado. “O projeto apresentado sinaliza para um prédio de dois andares. Talvez será preciso partir para uma planta térrea já que área é superior a 5 mil metros quadrados. Este tipo de construção barateia custos”, explicou o secretário ao afirmar que a busca por recursos para viabilizar a obra é um desafio a ser superado.

No encerramento, o secretário informou a comitiva local que existe um cronograma para formatura de delegados de polícia anualmente até 2022. “A nossa meta é reduzir esse déficit no Estado, vamos conseguir com certeza”, finalizou o General Campos.

Além de Seron do Proerd, também participaram do encontro os vereadores: Adriano La Torre (Progressistas), Julinho Lopes (Progressistas), Geraldo Voluntário (DEM) e Irander Lopes (PRB).


Comentários: