Categorias

Sábado frio, torcedores evitam chegar cedo à Arena Corinthians

Crédito: Arena Corinthians, São Paulo

Em sábado frio em São Paulo, poucos torcedores se atreveram a chegar cedo à Arena Corinthians, onde às 16h se enfrentam a Argentina e o Chile na disputa pelo terceiro lugar da Copa América. O bloqueio das ruas próximas ao estádio teve início ao meio-dia. Apenas carros credenciados podem circular na área. Por isso, a melhor forma de chegar à Arena Corinthians é usando o transporte público, principalmente o metrô ou trem da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), descendo na Estação Corinthians-Itaquera.

Por volta do meio-dia, poucos torcedores se aglomeravam em frente a um dos portões da arena. É o caso do torcedor do Corinthians, Ricardo dos Santos Rodrigues, 17 anos, morador da zona leste. Apesar de brasileiro, ele disse que sua torcida será para Messi, o craque da seleção argentina. “Vim ver o Messi”, disse, rindo. “Mas espero um jogo da grandeza de Argentina e Chile, com a reedição das duas últimas finais [da Copa América]. Então espero um jogo bom, com times com vontade, apesar da eliminação. É um terceiro lugar que vale muito”. Para ele, o jogo hoje será decidido em tempo normal.

Publicidade

A torcedora chilena Catalina Carrasco, 19 anos, também chegou cedo e aguardava a abertura dos portões para entrar na Arena. “É um clássico e nós estamos acostumados a ganhar da Argentina”, disse ela, lembrando que a Argentina foi derrotada pelo Chile nas finais da competição, nas duas últimas edições. Segundo Catarina, o jogo vai ser disputado, mas será “uma boa partida”. Ela espera uma vitória do Chile, mas lamenta que Vidal, um dos destaques da seleção chilena, poderá ficar de fora da disputa por causa de uma lesão. “Sem Vidal será complicado”, afirmou. A torcedora acredita em uma disputa nos pênaltis, assim como ocorreu nos últimos confrontos das duas seleções em finais da Copa América.

A brasileira Tatiana Messa, 34 anos, chegou ao estádio com a família para assistir ao jogo, vestindo camisa da seleção argentina. “Gostamos muito do futebol do Messi. Meu filho gosta bastante e veio com a gente prestigiar o evento. Entre Chile e Argentina, gostamos mais do futebol da Argentina. Mas amanhã é Brasil, com certeza”, disse. Ela espera um bom jogo, com vitória da Argentina por 3 a 0. Já o filho acha que o placar será de 3 a 2, com um gol de Messi. “Só um [gol]”.

Nas semifinais do torneio, a Argentina foi derrotada pelo Brasil por 2 a 0 e o Chile pelo Peru, por 3 a 0. Nas duas últimas edições da Copa América, Argentina e Chile disputaram a final, com a seleção chilena conquistando o título nas duas vezes.

Agência Brasil


Comentários: