Categorias

Rio Claro realiza Fórum Regional da Proteção Social


Evento será realizado na quinta-feira (18) no Centro Cultural.

O município de Rio Claro realiza na quinta-feira (18) a décima quarta edição do Fórum Regional da Proteção Social Especial que terá como tema “Trabalho intersetorial na prevenção do acolhimento institucional para crianças, adolescentes e idosos”. O evento será realizado das 8 às 14 horas no Centro Cultural “Roberto Palmari”, que fica na Rua 2, número 2.880, na Vila Operária.

Publicidade

“A proteção social especial é a modalidade de atendimento assistencial destinada a famílias e indivíduos que se encontram em situação de risco pessoal e social”, explica a secretária municipal do Desenvolvimento Social, Érica Belomi.

De acordo com ela, o fórum tem como objetivo discutir maneiras de melhorar o trabalho e o atendimento à população. “A ideia é esclarecer aos atores da rede socioassistencial a importância de se trabalhar de forma integrada com outras políticas públicas, esgotando todas as possibilidades de ações, evitando o acolhimento institucional e, consequentemente, os rompimentos de vínculos familiares e comunitários”, destaca Érica.

O fórum terá início às 8 horas com credenciamento dos participantes, abertura e composição da mesa às 8h30 e apresentação cultural às 9 horas.  A palestra “A importância do trabalho em rede na prevenção ao acolhimento institucional” será ministrada a partir das 9h10 pelo mestre em Serviço Social, Edson Gonçalves Pelagalo Oliveira Silva. “A palestra abordará questões relativas aos acolhimentos e suas conseqüências”, observa Ione Helena Bernardo, gerente municipal de Proteção Social.

Às 11h40 serão realizados trabalhos em grupos para formulação de propostas de ações articuladas e definição de fluxos na prevenção ao acolhimento institucional, que serão apresentados às 12h40. O evento será encerrado às 14 horas com avaliação dos trabalhos. Os participantes terão direito a certificados.

Na primeira parte do Fórum acontecerá palestra sobre as questões relativas aos acolhimentos e suas consequências. Após, serão feitos grupos de estudos onde se discutirá estratégias nas formas de atuar com o objetivo de fortalecer os vínculos familiares e comunitários.


Comentários: