Categorias

Covarde mata ex-mulher a facadas durante festa


A jovem Jéssica Carloni, 28 anos, foi morta com múltiplos golpes de faca no início da noite deste domingo (2), numa chácara localizada na Avenida Manoel Jacinto Neto, no jardim Zanetti, em Franca (SP). Antônio Sérgio Rodrigues, 32, o “Buiu”, foi preso em flagrante acusado de esfaquear Jéssica, de quem foi marido e com quem tinha uma filha. Ambos estavam separados há cerca de um ano. 

Segundo uma amiga de Jéssica que testemunhou tudo, um grupo estava reunido nesta chácara desde sexta-feira para comemorar um aniversário. A confraternização seguia tranquila e animada até o final da tarde deste domingo, quando Buiu chegou ao local. O clima era tenso, porque ele se recusava a aceitar o fim do relacionamento e havia agredido a ex-mulher em ocasiões anteriores. Mesmo assim, os amigos imaginaram que poderiam evitar uma tragédia e insistiram para que Jéssica permanecesse no local. “Como tinha muita gente, todo mundo falou ‘pode ficar de boa, porque se ele te por a mão, todo mundo segura ele’”, disse a amiga. 

Meia hora depois, o anúncio da tragédia. “Eu vou te matar”, disse Buiú para a ex. Rapidamente, ele foi até o carro e voltou com uma faca. Acertou Jéssica pelas costas, que caiu no chão. Buiú teria então agredido e golpeado Jéssica dezenas de vezes. “Ele deu mais de 50 facadas nela”, disse a amiga. “Foi horrível. Ele disse que quem entrasse no meio ele ia matar”. 

Publicidade

Jéssica não teve qualquer chance de defesa.  “Foi pior que cena de filme, vendo todo mundo correndo, ele matar ela e não poder fazer nada”, lamentou a amiga.  “Nunca achei que ia ver isso na minha vida”. Buiú foi preso pela Força Tática e conduzido ao plantão policial, onde segue prestando depoimento. 

HISTÓRICO 

No último dia 26 de outubro, Buiú havia tentado matar a ex-mulher. Na ocasião, ele atingiu com seu carro a moto que Jéssica pilotava com uma amiga na garupa, na avenida Hugo Betarello. Com o impacto, as duas mulheres foram ao solo. Buiú fugiu do local sem prestar socorro. A notícia, publicada pelo portal GCN, foi compartilhada pela própria Jéssica numa rede social.

“Até onde chega a covardia de um ser que se diz homem. Não foi carro que bateu na minha moto, foi o infeliz do meu ex que simplesmente não aceita o fim do relacionamento. Até onde isso vai, gente…”, desabafou Jéssica.  

Informações colhidas junto a amigos que estavam na festa apontam que Jéssica teria recorrido inclusive a medida protetiva, o que se mostrou insuficiente para protegê-la do covarde ataque do ex.

Fonte: Beto Ribeiro Repórter


Comentários: