Categorias

Homem de 41 anos tem a primeira morte confirmada por coronavírus em São Carlos


Nesta quarta-feira (8), a Vigilância Epidemiológica de São Carlos confirmou que recebeu do Instituto Adolfo Lutz, laboratório referenciado pelo Governo do Estado de São Paulo para a realização de exames da COVID-19, mais um resultado positivo para a doença. Trata-se de um homem de 41 anos, de São Carlos, que morreu no último fim de semana.

32 pessoas estão internadas neste momento, sendo 19 adultos (enfermaria), 3 crianças (enfermaria), 7 adultos em UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e 1 criança na UTI. Duas pessoas de outros municípios continuam internadas em São Carlos, sendo uma na UTI e 1 na enfermaria.

Uma senhora de 88 anos, de outro município, internada em São Carlos no último dia 6 de abril, morreu nesta quarta-feira (8/4). De acordo com protocolo do Ministério da Saúde, a morte é contabilizada para a cidade onde a pessoa morava.

Publicidade

Portanto o município contabiliza neste momento 4 casos positivos, com uma morte confirmada, outras 9 mortes SUSPEITAS continuam em investigação. 38 casos já foram descartados, já que o IAL liberou outros 2 resultados negativos para a COVID-19.

NOTIFICAÇÕES – Devido à mudança no sistema de notificação de casos suspeitos da COVID-19, todas as pessoas que foram anteriormente notificadas realizaram coleta de exame e já cumpriram o período de isolamento domiciliar. Porém, o município adotou um sistema de notificação de Síndrome Gripal, onde já passaram em atendimento nos serviços públicos e privados 1.154 pessoas desde o dia 21 de março. Essas pessoas não realizam mais exame para COVID-19, porém são colocadas em isolamento domiciliar por 14 dias após o atendimento.

O novo protocolo do Ministério da Saúde recomenda coleta de exame somente para pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (internados) e para profissionais da saúde com Síndrome Gripal.

O boletim emitido diariamente pela Vigilância Epidemiológica de São Carlos contabiliza as
notificações das unidades de saúde da Prefeitura, Hospital Universitário (HU), Santa Casa, rede particular e planos de saúde.

Fonte: São Carlos Agora


Comentários: