Categorias

Fundo Social doa 7.500 máscaras para moradores do Jd. das Nações


Máscaras foram confeccionadas pela Udam e doadas ao Fundo Social.

O uso de máscaras passou a ser obrigatório em Rio Claro e demais municípios paulistas a partir desta quinta-feira (7). Para ajudar a população a se proteger contra o novo coronavírus (Covid-19), o Fundo Social de Solidariedade de Rio Claro iniciou nesta quinta-feira ação solidária que prevê a doação de máscaras para a comunidade. Os primeiros bairros contemplados foram o Jardim das Nações I e II que receberam 7.500 máscaras.

“É uma maneira de incentivar a população a adotar o uso diário da máscara e ajudar a prevenir o coronavírus”, comenta Paula Silveira Costa, presidente do Fundo Social, que fez a entrega das máscaras junto com o prefeito João Teixeira Junior e secretária municipal de Habitação, Luana Pezzotti de Freitas. “Os itens foram entregues aos síndicos dos condomínios que farão a distribuição aos moradores”, informa Luana.

Publicidade

A ação solidária é fruto de um esforço conjunto. As máscaras foram confeccionadas por costureiras voluntárias em projeto de iniciativa da União de Amigos (Udam) e do grupo Mais Vida, com apoio da prefeitura através da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Social. “Com as parcerias o poder público consegue fazer muito mais pela comunidade. Nossa gratidão aos nossos parceiros que nos ajudam a fazer a diferença na vida de quem mais precisa”, destaca o prefeito Juninho, lembrando que nesse momento difícil a prefeitura tem recebido apoio de empresas, entidades e cidadãos comuns.

Desde esta quinta-feira (7) a máscara passou a ser item obrigatório da vestimenta, com risco de notificação em caso de descumprimento. O equipamento de proteção deve ser usado em espaços públicos, estabelecimentos que executem serviços essenciais, repartições públicas, transporte coletivo, táxis e veículos utilizados por motoristas de aplicativos. A medida vale enquanto perdurar o período de quarentena no estado.


Comentários: