Categorias

Banco Central libera testes para pagamentos via WhatsApp

Banco Central libera testes para pagamentos via WhatsApp

Pouco tempo após iniciar pagamentos via WhatsApp , o Facebook foi proibido de ofertar a funcionalidade no Brasil.

O Banco Central do Brasil e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica ( CADE ) apontaram possíveis falhas em termos de competição.

Contudo, o CADE retirou a tutela de urgência, restando apenas a ressalva do Banco Central. No dia 31 de julho, a instituição liberou a plataforma para testes.

Publicidade

Retorno do WhatsApp Pay

O WhatsApp Pay ( WAP ) foi liberado para termos de testes de pagamentos e transferências.

De acordo com a Exame, o lançamento comercial ainda continua sem autorização. A informação da fase de testes foi prestada pela Visa.

O período de testes é justamente para sanar problemas de competitividade, levantados pelo CADE e pelo Banco Central .

Roberto Campos Neto , presidente do Banco Central do Brasil, estipulou como condição para liberar o WAP:

“[…] assim que for comprovado que é um arranjo competitivo e tem a proteção de dados necessária, será aprovado.”

Durante este período, novos credenciadores e emissores serão testados. A Cielo, parceira do Facebook no WAP, se beneficiou.

O anúncio se deu no fim do pregão da última sexta-feira, o que não impediu as ações da Cielo de valorizarem 10%.

Enquanto isso, a Mastercard solicitou o Banco Central do Brasil (Bacen) para participar como emissor interessado.

Os testes

Serão considerados como testes transações de baixo valor, limitadas a apenas um pequeno grupo de cartões.

A Mastercard declarou que está contribuindo com o Bacen, visando a liberação do WAP comercialmente.

Campos Neto, destaca que não “proibiu” o WAP no Brasil. Segundo ele:

“Em nenhum momento o BC [Banco Central] proibiu o WhatsApp de funcionar. O que o BC entende é que é um arranjo relevante para a economia e precisa passar pelos mesmos processos de aprovação dos outros arranjos.”

Recentemente, o CADE pediu que Cielo e Facebook prestem explicações sobre o WAP.

Facebook e Cielo têm uma semana para prestar os esclarecimentos requeridos pelo CADE.


Comentários:


Outras notícias