Categorias

Ares-PCJ apresenta reajuste das tarifas de água e esgoto

Reajuste entrará em vigor em 1º de setembro, sendo cobrado nas faturas a partir de outubro

Quatorze meses após o último reajuste, os consumidores irão verificar novos valores nas tarifas de água e esgoto em Rio Claro. O reajuste entrará em vigor em 1º de setembro, sendo cobrado nas faturas de outubro. O anterior começou a valer em julho do ano passado.

O reajuste deste ano será de 16,74%, conforme autorização da Agência Reguladora dos Serviços de Saneamento (Ares-PCJ), que na terça-feira (19) se reuniu com o Conselho de Regulação e Controle Social dos Serviços de Saneamento do Município de Rio Claro para análise detalhada dos cálculos e estudos.
A resolução da Ares-PCJ será publicada nos sites da prefeitura de Rio Claro, Daae e da Agência Reguladora. O Daae também vai divulgar a lista dos serviços oferecidos pela autarquia. “Os reajustes elaborados pela Ares-PCJ visam garantir o equilíbrio econômico-financeiro no Daae para que o serviço de fornecimento de água de qualidade continue sendo executado”, ressalta o superintendente do Daae, Sergio Ferreira.

Publicidade

A tarifa mínima residencial de até 10 m³ terá acréscimo de R$ 8,02 na fatura de água e esgoto, passando para R$ 55,32. Na tarifa social é cobrada metade deste valor, ou seja, R$ 27,66. A tarifa comercial mínima será de R$ 147,68 e, a industrial, R$ 281,36.

Na definição dos reajustes foram considerados também os custos que o Daae tem com folha de pagamento, encargos, insumos e produtos químicos para tratamento da água, energia elétrica e combustível.
O diretor técnico-operacional da Ares-PCJ, Carlos Gravina, destacou que outros municípios associados da Agência Reguladora também solicitaram estes estudos para reajustes e muitos deverão ter índices superiores aos de Rio Claro.


Comentários:


Outras notícias