Estado Islâmico reivindica autoria de atentados no Sri Lanka

Atentados no Sri Lanka mataram pelo menos 300 pessoas e destruíram prédios (REUTERS/Dinuka Liyanawatte/Direitos Reservados)

O grupo jihadista Daesh (Estado Islâmico) garantiu hoje (23) ter estado na origem dos ataques suicidas que fizeram 321 mortos e mais de 500 feridos no Sri Lanka. No entanto, seus integrantes não apresentam provas dessa autoria.

Hoje, o governo do Sri Lanka estabeleceu uma ligação entre os atentados da Páscoa, em igrejas e hotéis, e o ataque terrorista da Nova Zelândia, que teve como alvo várias mesquitas de Christchurch.

*Com informações da RTP (emissora pública de televisão de Portugal)