O jovem Rykelmo, que foi uma das vítimas do incêndio no CT do Flamengo, será enterrado nesta segunda-feira em Limeira

O corpo do jovem limeirense Rykelmo de Souza Viana, de 16 anos, vítima da tragédia no Centro de Treinamento Ninho do Urubu, do Flamengo, no Rio de Janeiro, será enterrado nesta segunda-feira (11), às 10h, no Cemitério Parque, em Limeira (SP). O velório deve começar por volta das 22h deste domingo (10), com uma cerimonia fechada somente a família e depois deve ser aberta ao público.

Familiares dos atletas estavam deste sexta-feira (8) na cidade fluminense, onde acompanharam os procedimentos no Instituto Médico Legal. O Corpo foi reconhecido na noite de sábado e liberado para a família.

O jovem é natural de Limeira e sua família mora no Cecap. Ele iniciou sua carreira no futebol com o técnico Marcelo Gomes, na escolinha do Clube Atlético Paulistano, da cidade de Limeira. Tinha seis anos na época.

Segundo o professor, desde o início era visível que ele se tornaria um jogador de destaque. “Ele era realmente diferenciado. Só no bater na bola a gente já sentia que ele iria longe. Não deu outra”, lembrou.

Jogou no Sub-11 do Independente, sob o comando do técnico Laudenir Lopes. Começou a ganhar corpo, força física e visão de jogo. Chegou com o Galo até as semifinais do Campeonato Paulista.

O jovem tinha um carinho todo especial por Marcelo Gomes, tanto é verdade, que o treinador o levou para um período de testes no Grêmio após brilhar pelo tricolor gaúcho em uma Copa Gazeta. Mas ele não ficou.

Retornou a Limeira. Gomes não desistiu do talentoso garoto e então arrumou um teste na Portuguesa Santista. O volante se adaptou e jogou muito bem na baixada.

A vida de Rykelmo começou a mudar no Sub-13. Marcelo Gomes, que na época trabalhava pelo São Paulo, ligou para o amigo Sérgio Guerreiro, um olheiro do Flamengo.

“Falei para o Sérgio que tinha um menino de 13 anos na Portuguesa Santista que era diferenciado e que poderia tranquilamente jogar no Flamengo. O Sérgio confia muito em mim e veio especialmente para ver o limeirense. Não deu outra, o convite foi feito e Rykelmo se mudou para o Rio de Janeiro”, lembrou.

Pelo Sub-16, Rykelmo, que era chamado pelos amigos de Bolívia, participou da conquista do 8º Hamdan International Football Championship, disputado em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. Na final, o Flamengo derrotou o Real Madrid, nos pênaltis, por 4 a 2, após empate por 1 a 1, no tempo normal. Vale lembrar que nas semifinais, o time carioca, comandado pelo técnico Ramon Lima, atropelou o Borussia Dortmund por 8 a 2.

Rykelmo era quieto, humilde, disciplinado e muito querido pelos amigos. Seu pai, Lopes, um barbeiro muito conhecido no bairro do Cecap, e tem grande orgulho da carreira do filho.

Fonte: Rápido no Ar