Categorias

Criminosos utilizam fotos íntimas para chantagear vítimas no ‘golpe dos nudes’

Falsos policiais, falsas delegacias e até falsas vítimas menores de idade. Na última quinta-feira (7), a Polícia Civil do Rio Grande do Sul desmantelou uma quadrilha que aplicava o chamado ‘golpe dos nudes’ em pelo menos 8 estados. O golpe inicia com o contato de uma mulher jovem com os alvos. Após iniciar a conversa em um aplicativo, eles passam a conversar por mensagens, e a trocar fotos íntimas.

Em seguida, o homem, vítima do golpe, passa a receber ligações dos supostos pais da jovem ou de falsos policiais civis que o acusam de pedofilia, sob a alegação de que as fotos são de uma criança ou adolescente. Na extorsão, os falsos familiares exigem valores para não denunciar à polícia ou se identificam como delegados, na tentativa de arquivar os supostos inquéritos.

Golpe dos Nudes

Publicidade

O crime conhecido como “Golpe dos Nudes” consiste, inicialmente, com o envio de solicitações de amizade, por redes sociais, de mulheres jovens e atraentes para homens, geralmente de meia idade, de acordo com a polícia.

Num segundo momento, via WhatsApp, as mulheres compartilham fotos íntimas, que são utilizadas na extorsão. O homem, vítima do golpe, passa a receber ligações dos supostos pais da jovem ou de falsos policiais civis que o acusam de pedofilia, sob a alegação de que as fotos são de uma criança ou adolescente.

Na extorsão, os falsos familiares exigem valores para não denunciar à polícia ou se identificam como delegados, na tentativa de arquivar os supostos inquéritos.

Segundo a polícia, entre janeiro e agosto desse ano, 87 pessoas foram indiciadas pelo crime de extorsão sexual. Neste mesmo período, 24 pessoas foram presas, sendo que 12 permanecem na cadeia.

Dicas da Polícia Civil para não cair no golpe

Desconfie de solicitações de amizade nas redes sociais de pessoas que você não conhece;
Não converse por telefone com pessoas que utilizam prefixos e números desconhecidos;
Não compartilhe fotos íntimas pela internet;
Lembre-se: pedofilia é crime!
Caso tenha sido vítima de algum golpe, procure a Polícia Civil e registre uma ocorrência policial.

Fonte: Beto Ribeira Repórter


Comentários:


Outras notícias