Categorias

Prefeito encaminha projeto que institui atividade delegada


Objetivo da proposta é ampliar os serviços de segurança no município.

O município de Rio Claro deu mais um passo importante para implantar a atividade delegada, projeto que permite à prefeitura utilizar policiais militares, em dias de folga, no policiamento ostensivo e no apoio às atividades municipais de fiscalização. O prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, assinou nesta sexta-feira (24) projeto de lei que autoriza o município a celebrar convênio com o governo estadual e cria a gratificação por desempenho de atividade delegada.

Publicidade

A proposta será encaminhada em breve à Câmara Municipal para análise e votação dos vereadores. “Esse projeto é fruto de uma somatória de esforços e vai permitir que o município amplie o policiamento nas ruas aumentando a sensação de segurança para a população”, afirmou o prefeito Juninho da Padaria.

Os recursos para financiar o projeto são oriundos de emenda parlamentar do deputado estadual Rubens Cláudio Siqueira Neri, o Sargento Neri, que destinou R$ 350 mil para o serviço atendendo solicitação do vereador Ruggero Seron. “É importante dar condições de trabalho e suprir as necessidades dos policiais. Minha luta como deputado é melhorar a infraestrutura e os recursos humanos da PM”, disse o parlamentar.

Para o vereador Seron, a atividade delegada é um projeto em benefício da cidade. “Sabemos das dificuldades financeiras do município, por isso pedimos o apoio do deputado, e quem ganha com esse trabalho conjunto é a população que terá mais policiamento nas ruas”, pontuou.

O vice-prefeito e secretário da Segurança, Marco Antonio Bellagamba, ressaltou que a atividade delegada é uma conquista de longa espera. “O benefício é um pleito antigo da categoria, um projeto que traz benefícios para os policiais e a população porque reforça o policiamento na cidade”, observou.

O tenente-coronel Luís Roberto Moreira Filho, comandante do 37º BPMI, salientou “que a atividade delegada é um trabalho atribuído por convênio que os policiais podem exercer em prol da comunidade”.

Também participaram do evento os secretários municipais Rodrigo Ragghiante (Negócios Jurídicos) e Ricardo Gobbi (Meio Ambiente); o vereador José Pereira dos Santos; Aparecido Chagas do Nascimento, presidente da Apas (Associação Policial de Assistência à Saúde) de Rio Claro; e policiais militares.


Comentários: