Categorias

Rio Claro recebe a campanha “Quebrando o Silêncio” no Jd. Público


Evento que visa combater a violência sexual contra crianças será realizado no dia 24 de agosto, das 9 às 12 horas.

A comunidade de Rio Claro está convidada a participar no dia 24 de agosto, um sábado, do evento “Quebrando o Silêncio”, organizado pela Igreja Adventista do Sétimo Dia. O evento será realizado no Jardim Público, das 9 às 12 horas, com várias atividades que visam estimular a sociedade a combater a violência sexual contra crianças. 

Publicidade

Também nesse dia será realizada a Feira de Saúde com ações de promoção e prevenção à saúde que serão desenvolvidas por profissionais da rede universitária do Instituto Adventista São Paulo (Iasp) de Hortolândia. O evento terá ainda o lançamento oficial da Rede TV Novo Tempo no canal aberto (47.1) com transmissão em Rio Claro e cidades da região.

As informações sobre o evento foram transmitidas ao prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, nesta sexta-feira (9) pelos pastores André Ferreira e Rennan Lovo, o ancião Marcos Negreto e Maycon Joahnson, junto com o vereador Ruggero Seron. “A campanha Quebrando o Silêncio busca evitar que mais crianças e adolescentes integrem estatísticas mundiais de violência sexual”, explica o pastor André Ferreira.

O prefeito Juninho da Padaria destaca o importante trabalho realizado pela Igreja Adventista em Rio Claro, em parceria com o poder público. “Nossa gratidão pelos trabalhos social e espiritual em prol da população, principalmente junto às famílias que precisam de apoio”, disse Juninho, convidando a população para participar da atividade no jardim no dia 24 de agosto. 

Para o vereador Seron, a TV Novo Tempo é um canal de cunho educativo e cultural que reforça o trabalho realizado pela igreja na cidade. “A igreja realiza importante trabalho com crianças e adolescentes que atende não somente os adventistas, mas toda a comunidade”, destaca.

Além dessa atividade especial, a campanha “Quebrando o Silêncio” se estende ao longo de todo o ano com palestras, ações de conscientização e iniciativas de amparo realizadas em várias localidades.


Comentários: