Categorias

Prefeitura vai realizar 300 cirurgias eletivas em parceria com Hospital Santa Filomena


Pacientes começarão a ser chamados a partir da próxima semana para os procedimentos.

A prefeitura de Rio Claro, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, assinou nesta sexta-feira (8) termo de repactuação de convênio com o Hospital Santa Filomena para a realização de cirurgias eletivas de pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). O acordo foi feito com base na lei aprovada pelos vereadores que autoriza a prefeitura a receber prestação de procedimentos e aquisição de produtos na área da saúde, como forma de pagamento de depósitos inscritos em Dívida Ativa e tributos a vencer.

Publicidade

A parceria prevê investimentos de cerca de R$ 600 mil e atendimento de aproximadamente 300 pessoas que aguardam na fila para realizar cirurgias eletivas, como remoção de vesícula biliar, cirurgias de hérnia, remoções de úteros e miomas, entre outras. Na próxima semana o hospital começará a chamar os pacientes para a realização dos procedimentos com base em lista qualificada pela Central de Regulação de Vagas do município.

“São pacientes que serão atendidos em hospital privado com recursos públicos. Essas parcerias fazem parte do nosso modelo de gestão, com o objetivo de atender quem mais precisa”, afirmou o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, durante a assinatura do convênio. “Foi uma semana muito feliz para a saúde. Anunciamos mais de R$ 2 milhões de investimentos na reforma de quatro unidades de saúde, em parceria com o Claretiano – Centro Universitário, e mais de R$ 1 milhão em equipamentos, com recursos de emendas parlamentares conquistadas por nossos vereadores. Agora, mais R$ 600 mil em cirurgias eletivas”, assinalou Juninho, salientando que Rio Claro vive um momento de união de pessoas que querem fazer a diferença e ajudar quem mais precisa.

A secretária municipal de Saúde, Maria Clélia Bauer, agradeceu vereadores e hospital pela parceria. “O Santa Filomena é o primeiro hospital a aderir a esse novo modelo de convênio e esperamos que mais empresas façam adesão para que possamos ampliar a prestação de serviços à população”, disse. 

Pela legislação anterior, os hospitais parceiros eram responsáveis apenas pela cessão da sala cirúrgica, cabendo ao município o fornecimento dos profissionais e insumos, e limitava os tipos de procedimentos a serem realizados. Agora, todos os custos relacionados à execução dos procedimentos serão do ente privado, que terá seu débito com o município compensado.

Para o diretor-presidente do Santa Filomena, Lafayette Parreira Duarte, é “um privilégio estabelecer novamente essa parceria e dar continuidade a esse projeto tão importante para a cidade”.

Gratidão foi a palavra de destaque na fala do presidente da Câmara Municipal, André Godoy. Agradecimento aos vereadores por entenderem a importância do projeto e aprovarem a lei, ao prefeito pela visão moderna de gestão, e ao hospital por ajudar o município a diminuir as demandas na saúde que crescem minuto a minuto. “É um dinheiro represado que será revertido em serviços para a comunidade. Espero que mais empresas possam aderir e diminuir o sofrimento de quem mais precisa”, ressaltou.

Também participaram da assinatura a diretora operacional do Hospital Santa Filomena, Adenir Gomes; os vereadores Irander Augusto, Hernani Leonhardt, Adriano La Torre, Ruggero Seron, Paulo Guedes, José Pereira, Geraldo Voluntário, Júlio Lopes e Val Demarchi; além de secretários, diretores e servidores municipais.


Comentários: